Mar


Este mar que me acalma e me faz feliz.


Mar Sonoro

Mar sonoro, mar sem fundo, mar sem fim.
A tua beleza aumenta quando estamos sós
E tão fundo intimamente a tua voz
Segue o mais secreto bailar do meu sonho.
Que momentos há em que eu suponho
Seres um milagre criado só para mim.

Sofia de Mello Breyner Anderson

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O mistério da aparente imutabilidade

Os fumadores das nove em ponto

Overload